Arquivo do mês: dezembro 2009

Gentileza

Belo Horizonte esteve gentil neste 25 de dezembro.

Chuvinha na janela, poucos carros na rua (quase nenhuma buzina aqui na Assis Chateaubriand), crianças testando seus presentes na garagem e até as placas luminosas da BHTrans desejando um ótimo natal a todos.

Gosto mais dela assim, serena.

Alex

P.S. Sugiro “A Vida dos Outros”, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro. O final, com aquela dedicatória ao Capitão Gerd, premiou a sensação do dia.


Especial da Xuxa?

Chega de natal chato, pessoal. E não falo da casa da vovó, mas das festinhas amoladas daqui. Aqui será diferente e começa depois das 01h. Open bar com chopp, whisky, caipis e até sprite zero. E música ao vivo com uma turma bem legal. ($80 homem e $ 50 mulher). Ó o convite que estamos vendendo:


Maravilha

Tivemos a honra de receber no Sol o apresentador Tutti Maravilha, da Rádio Inconfidência. Ele passou por ali recentemente com a Nely Rosa, amiga da casa e ex-proprietária de um dos bares mais interessantes que Belo Horizonte já teve, o São Jorge. Tutti sugeriu: “Por que não fazer entrevistas nesse palco aqui em dias de show”. Sugestão aceita e aguardando 2010 para acontecer. Em tempo: o programa do Tutti vai ao ar entre as 14h e 16h e traz sempre muitas entrevistas, dicas culturais e variedades em geral.

Ah, isso foi quarta passada. Hoje tem JAZZ de novo aqui, da melhor qualidade. Gustavo Figueiredo nos teclados, Aloísio Horta no baixo e Márcio Bahia na bateria.


AMANHÃ TEM MAIS


Oi, quê, heim…

– Olha só, esse frango com molho de iogurte, como é isso?

– Bem, é uma isca de peito de frango crocante com um molho de iogurte feito com pimentões, azeitonas e temperos.

– Entendi… mas não tem jeito de mudar o molho pelo gorgonzola do filé?

– Eu acho que sim, vou perguntar na cozinha, um minutinho, por favor.

(…)

– Poder, pode, mas a cozinha não aconselha.

– Mas deve ficar bom também, né?

– Pode ficar bom sim. Quer testar?

(…)

– Não, pode ser o de iogurte mesmo, parece ser gostoso. E dois chopps. Tem só Heineken e Kaiser aí né?


Burro é manteiga

Muita gente pergunta (no café) e então o blog explica:

Burrata, meus amigos, é um tipo de queijo italiano que pode ser considerado um meio termo entre a mussarela de búfala e a manteiga. Seu nome vem daí: burrata, de burro, manteiga em italiano. É uma bola, parecida com aquelas mussarelas de búfalas de 500 gramas, do tamanho de um punho fechado.

Mas atenção: ela é feita de queijo de vaca! Esqueçam a búfala, ela não tem nada a ver com as aparências.

Por fora, a burrata tem uma casca de queijo firme, com sabor parecido com o das mussarelas que conhecemos. Quando parte, o interior é suave, macio, um creme, quase uma manteiga.

Na Itália, é vendida envolta em folhas verdes, para demonstrar seu frescor: se as folhas estão verdes é porque o queijo acabou de ser preparado.

No Café do Sol, ela vem deitadinha em uma cama de pimentões com muito azeite e pães. Antes, porém, toma um banho de forno.

Com quê? Com vinho, ora, principalmente os italianos que temos.


Hoje são eles!