Arquivo do mês: maio 2010

Ele é sensacional

Vocês lembram do Dairo, o eletricista que participou da reforma do Sol? Não? Vejam o post, um dos primeiros desse espaço:

https://cafedosol.wordpress.com/2009/10/20/pra-mim-ne-nao/

Pois então, estou nesse momento com ele aqui no café. Estamos reajustando as ligações, devido ao aumento da demanda de energia.

– Que você quer fazer aqui na cozinha?

– Bem, Dairo, aumentou o consumo no almoço e no jantar, compramos equipamentos e precisamos ligar tudo no 220v.

– A casa é velha…

– Eu sei, mas temos que ligar.

– Se abrir hoje, enche?

– Dá movimento.

– Por que não abrem?

– Uai, porque existem dias de folga (silêncio) enfim, entendeu o que precisamos, quero uma tomada aqui, outra aqui…

– Se dá movimento porque não abrir, heim?

– Ô caceta, entendeu ou não, Dairo.

– Iiiiiiii, meu filho, já sabia antes de você mostrar, bobão…

Tá metendo bronca aqui.


Torcida Café do Sol


Prato da Semana

Pad Thai: massa com molho tailandês, camarão, ovos, broto de feijão, castanhas e ervas.

Tem gosto de alguma coisa que parece alguma coisa. E é delicioso.


Hoje…

…é Elaine Anunan.

Tá certo, rapaziada?


Hoje a noite é conosco


Dica de leitura


“Antigamente, aqui era o mar. Nas grandes e negras pedras dos alicerces do trapiche as ondas ora se rebentavam fragorosas, ora vinham se bater mansamente. A água passava por baixo da ponte sob a qual muitas crianças repousam agora, iluminadas por uma réstia amarela de lua. Desta ponte saíram inúmeros veleiros carregados, alguns eram enormes e pintados de estranhas cores, para a aventura das travessias marítimas. Aqui vinham encher os porões e atracavam nesta ponte de tábuas, hoje comidas. Antigamente diante do trapiche se estendia o mistério do mar-oceano, as noites diante dele eram de um verde escuro, quase negras, daquela cor misteriosa que é a cor do mar à noite.”


Sucesso

A abertura do Flaming Festival ontem foi um barato. Lincoln Cheib Quarteto mandou ver e a rapaziada se divertiu.

Obrigado a todos os convivas.

E valeu, Bart!