Arquivo do mês: junho 2010

Dial

Escutar rádios de fora é um barato. Eu geralmente vou muito na TotalRock, de Londres.

Agorinha tocou “No no loves me”, do Them Crooked Vultures, conhecem? São esses caras aí abaixo. Pelos rostinhos dá para reconhecer alguém?

A “maldição” que o Cesinha sempre comenta neles há de sobra…

Anúncios

As seleções da Copa

Hahaha, muito bom:

http://microcontoscos.blogspot.com/2010/06/escalacao-das-selecoes-da-copa-2010.html


Grande noite

Acabei de saber. Amanhã, no Sol, o trio que sobe ao palco é César Santos na guitarra, Lincoln Cheib na bateria e Fred Heliodoro no baixo.

Quem perder é jacú. Da roça.

21h30.


Copa no Sol

Um dia nós estávamos conversando sobre a copa e o que deveríamos criar para os jogos.

Colocaríamos grupos de samba, pagode ou fanfarras tocando marchinhas e hinos de torcida?

Faríamos promoções em verde e amarelo, como bolinhos de espinafre verdinhos e bolinhos de mandioca amarelinhos?

Ou criaríamos algo inusitado, como, por exemplo, anões correndo entre as mesas com a camisa do Robinho para o cliente que acertasse um “pedala” ganhasse um chopp?

Não, não fizemos nada disso, apenas enfeitamos a nossa varanda da maneira mais simples e retrô possível, em sintonia com o clima da casa, compramos grandes tevês de alta definição para todo mundo ver de qualquer canto e abrimos as portas para quem quisesse chegar e torcer pelo Brasil.

Não sabíamos se daria muito ibope, dado o número ofertas e promoções na cidade, mas como sempre o Sol surpreendeu e encheu até a tampa. E ficou muito, mas muito agradável. As fotos abaixo falam por si.

Então, pessoal, está posto o convite novamente. O Café do Sol continua de portas abertas até o hexa! Em seu melhor estilo…


No Sal não toca na Copa

Como eu sou do No Sal e a banda não tem blog, uso esse espaço para comunicar:

O No Sal não vai tocar em lugar algum durante os jogos da Copa.

Saiu errado em todo lugar. Desconsiderem essa bobagem…


Noites culinárias

Ontem também tivemos a certeza que o café pode e deve privilegiar sua cozinha.

E isto quer dizer que vamos selecionar uma ou duas noites por semana para promover a boa mesa.

Faremos isso em cima de um conceito muito comentado hoje em todo o mundo: a bistronomia.

Em Belo Horizonte, saiu recentemente na capa do caderno Divirta-se do Estado de Minas e é assunto de blogs gastronômicos.

A iniciativa nasceu no início da década de 90, na França e foi criada por chefs desse país que inventaram uma forma de oferecer comida sofisticada a preços acessíveis para uma multidão de curiosos que começava a se interessar pela arte da gastronomia.

Em nossa cidade, cerca de quatro casas já adotam a ideia. Agora nós também entramos no barco e provavelmente nosssas quartas serão os dias dos nossos chefs criarem grandes pratos, com direito à entrada, primeiro prato e sobremesa. Tal qual fizemos ontem e muita gente gostou.

Eu conto por aqui como ficará esta história.

Agora estamos em Copa e o foco é torcer pelo Brasil. Até porque o chato do Messi desencantou…

Mas no segundo semestre podem aguardar que vamos dar trabalho.


Smack

Ontem foi a noite dos namorados no café.

Cada beijão, cada balaço.

Uma moça até errou a senha na hora de pagar. Tremia, a pobre.

Não é lindo o amor?

Eu acho…