Arquivo do mês: dezembro 2010

Desejo

Boa virada para todos!

Em 2011, seremos mais felizes.

(no que depender de nós, podem estar seguros)


Última semana

Muitas festas de final de ano, né?

Sabemos…

Mas deixa eu contar como fica a semana aqui:

Amanhã, quarta, três festas de empresas, entre elas uma dos nossos parceiros da Unimed. Claro, para os amigos sempre haverão lugares.

Quinta, além do aniversário do Guilherme Rodrigues, irmão do Serginho, temos duas reservas. Vou atacar de DJ e tô pensando em levar meus vinis do Chico.

Sexta, natal, todo mundo comendo peru e leitão em seus seios familiares. Logo depois, às 01h, eu, Pepê e Maguá vamos subir ao palco do café para a festa comunicada no post abaixo. Se for igual ao ano passado, ficaremos na varanda do Sol até às sete da manhã.

Em tempo: será nossa última semana abertos. Assim, passem por ali para o último abraço de 2010.

Voltaremos dia 05 de janeiro. Com novidades.

FELIZ NATAL E ÓTIMO ANO NOVO, PESSOAL!

Na festa do ano passado, até ele passou dos limites…

 


Tem música, tem porco

Thiago e Dibeto e eu no palco, hoje, às 21h, com o bem aceito novo repertório.

Ah, também vou servir porção de pernil para quem quiser. Fizemos ontem.

Tamanho de um travesseiro o bichinho. Lindo. Dourado.


Ho, ho, ho

Eu iria colocar apenas semana que vem, mas vamos avisar de uma vez, né?


Café na Moda

Telefone:

– Ei, Alex, sabe a Stilo Magazine?

– Aquela revista de gente bonita, higiênica e bem vestida? Sei sim.

– Pois bem, eles querem fazer um ensaio com modelos lá no Café para uma futura capa, pode ser?

– Pode, claro, será um prazer recebê-las.

– Querem fazer externamente também, na varanda, porque usarão biquínis, ok?

– Ô, sem problemas.

 

Estão lá hoje.

Já correram agora com um carreteiro pro pronto atendimento da Unimed. Taquicardia.

 


Agradável cidade

Estive em São Paulo por esses dias, em breves férias.

Na companhia do Vítor, o Velloso, companheiro também de percepções cotidianas e bobagens, conheci alguns bares e restaurantes que há tempos queria conhecer. O primeiro programa foi comer um lamen no Kazu, na Liberdade, o bairro dos japoneses. Muito bom. O rigor do preparo e limpeza da cozinha que fica em sua frente impressionam. E o tempero da “sopa” nada se parece com o que a grande maioria entende ser um lamen.

Depois fomos na Speranza, no Bixiga, testar a primeira pizza com selo napolitano de autenticidade. Assim como outros produtos da culinária italiana, a pizza também tem origem assegurada por um instituto de qualidade, que coloca algumas regras para o seu correto preparo. No Brasil, apenas a Speranza tem esse privilégio. A pizza é boa. Apenas boa. O almoço na Liberdade foi bem mais surpreso.

Contudo, o almoço mais bacana foi no Gardênias, em Pinheiros. Vitão já me acordou às 11h garantindo que seria a melhor paleta de cordeiro da minha vida. Não errou. Na companhia de outro recém radicado paulista, o Edinho, matamos uma peça de olhos fechados.

Seguiram dias com cafés no Suplicy, pastéis de bacalhau e sanduíches de mortadela no mercadão público e outros kitutes, como a entrada mexicana do Blues Pub ou a singela porção de batatinhas cozidas com sal grosso e alecrim do Jazz nos Fundos, por sinal, o melhor programa que estive nos últimos tempos. Maduro. Sem a afetação que marca cada vez mais as noites. E com uma banda talentosa levando Frank Zappa.

São Paulo estava agradável. E foi bom que voltei com impressões confirmadas sobre o que é servir e trabalhar de fato com entretenimento e culinária.

Tudo bem, sei que furei o café com o Peu e o chopp com a Mayra, mas não faltarão oportunidades.

Aprendi o caminho de casa.

O lamen do Kazu. Com lombo de porco, mexilhão, brotos e algas.

Passou o garfo, a paleta desmancha. Peinho adora também.

Clássico do mercadão. Temperatura no local: 40 graus.

Jazz no Fundos. Por favor, repliquem isso em suas cidades. Tentarei novamente algumas noites de boa música instrumental no Café em 2011, prometo.


Na área

Tô de volta.

Fiz um curto roteiro bem legal em São Paulo, que, de certa forma, me mostrou coisas boas.

Tô indo tocar com o Thiago Dibeto no Sol agora e amanhã conto melhor.